quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Esta saúde... já nem com antibiótico.


Nos nossos hospitais troca-se uma ficha médica como se troca um preço num supermercado. Aliás, aconteceumais que uma vez, alguém tem que ser operado a um joelho e abrem-lhe o outro. Um pequeno engano.
Desta vez não foi mau de todo, foi só o transporte, era o paciente que estava mais à mão foi esse que despacharam, só deram por isso no destino.
Mas em Portugal “no passa nada”, esta situação é vista e acompanhada de uma gargalhada, inevitável, e pronto não se fala mais no assunto.
Podia até ser pior, olha se fosse alguém ligado a uma máquina…! A sorte era a mesma não duvido.

6 Pinokadas:

Estafermococus disse...

tudo isto acontece pq existe uma completa desresponsabilização pelos erros cometidos.
Fui habituado a ter chefes, a ser um bom profissional numa multinacional líder do mercado, com hora carissima para o cliente, pelo q tive uma cultura de profissionalismo. as falhas não eram toleradas, nem para humanos. se estes gajos tivessem q prestar contas pelas asneiras q fazem, tudo seria diferente, fariam as coisas sem pensarem na hora de saída e nas baixas q poderão meter.
desculpa o discurso moralista, pareço um daqueles velhinhos "no meu tempo é q era", mas estas coisas não deviam acontecer, e como dizes, já nem com antibiótico. mas garanto-te, com supositórios introduzidos nos culpados, a coisa ía lá.

tita coelho disse...

Que absurdo! Não fezm absolutamente nada certo! trocar paciente é horrivel!
beijos bom findi!

Liz / Falando de tudo! disse...

da vontade mesmo de rir, mas é realmente algo sério!!
La noBrasil acontece muito esse tipo de engano, tem até médico deixando instrumento dentro do paciente quando faz uma cirugia...
Apesar de alguns problemas que tenho tido nao quero deixar de visitar alguns blogs que gosto muito!

blueminerva disse...

Tudo isto já ultrapassou à muito os limites do impensável... já não sei o que esperar.
Um abraço

Herika disse...

Seria cômico se não fosse trágico, ainda mais quando se trata de vidas.
Você passou no meu blog de receitas e perguntou sobre o bolo de fubá. Não sei quanto tempo deveria deixar em forno tradicional, o meu é tipo um tostador elétrico, não muito grande, eu asso em torno de 25 minutos a 200ºC.
Eu faço assim, fico olhando até começar a dourar em cima, aí enfio um palito de dentes, se sair sequinho é porque está pronto. Esse bolo é mole mesmo depois de pronto, por isso é fácil de se enganar. O creme fica no meio naturalmente nunca fiz nada especial, mas tem que deixar esfriar antes de cortar porque senão a parte cremosa fica muito mole enquanto está quente.
Enrolei demais? Será que deu pra entender? Qualquer coisa me escreva.
Beijos!

Herika disse...
Este comentário foi removido pelo autor.