sábado, 8 de março de 2008

Mais uma diarreia oral.


Augusto Santos Silva acusa professores manifestantes de não distinguirem "entre Salazar e os democratas"

Esta e outras barbaridades foram proferidas ontem à noite pelo ministro dos Assuntos Parlamentares antes de entrar para uma reunião.
Atendendo ás declarações deduz-se que teria tido um jantar bem regado.

Sr. Ministro, é muito fácil os professores fazerem a distinção a que se refere. Podemos por as coisas desta forma: Os professores são os democratas e o Sócrates é o Salazar acompanhado de lacaios como Vossa excelência.

6 Pinokadas:

Vieira Calado disse...

Subscrevo inteiramente as suas palavras em relação aos ministros.
Um abração

alfabeta disse...

Dois terços dos professores estiveram nesta manifestação, a maior de sempre,se a Ministra não recuar é porque é uma prova viva que estamos num novo salazarismo.

blueminerva disse...

Às vezes parece-me que os ministros deste Governo têm assente a máxima de que nunca se enganam e raramente têm dúvidas. Há demasiados cavaquinhos...
Um abraço

Mariazinha disse...

Gravissímo o que este cavalheiro disse ainda para mais sendo ministro dos assuntos parlamentares.
Quem te paga o ordenado?
Serão só os socialistas?
Sabes o que dizes,rapazinho?
Tem mais respeito por este país e por o cargo que ocupas.
Uma coisa é certa aquilo que disseste não faz jus ao cargo que ocupas.
Se calhar queiras antes ter sido ministro no Reichstag!

Um abraço

Pinoka disse...

Vieira calado,,

Obrigado pela visita. Espero que volte.



Alfabeta,

Se duvidas houvesse que estamos num novo salazarismo, o nosso primeiro veio hoje confirmar. Diz que mantém a confiança na ministra da Educação e que a manifestação de sábado não vai alterar a política do Governo. È preciso mais?



Blueminerva,


Demasiados cavaquinhos é favor… mas ainda há quem diga que são diferentes.




Mariazinha,

No chorrilho de disparates proferidos pelo indivíduo, até me admira não mencionar o nome de Frank Carlucci.




Um abraço a todos

tita coelho disse...

Pinoka,
apoio o que falastes...É um absurdo a capacidade que os "líderes políticos" tem de proferir besteiras em série!! Tô contigo!!
beijos boa semana