segunda-feira, 9 de março de 2009

Medina Carreira hoje partiu a loiça.


Medina Carreira acabou de partir a loiça toda na entrevista com o Mário Crespo.

Chamou os bois pelos nomes e sem pudor envergonhou os políticos todos, dizendo em alto e bom som aquilo que o povo grita mas que o poder finge não ouvir.

Vale apena ouvir nem que seja para dar umas gargalhadas.

8 Pinokadas:

Teté disse...

Também vi!

Pode ter chamado os bois pelos nomes, mas não gostei das soluções apontadas... ou da falta delas, em democracia!

Beijinhos!

PITOSGA disse...

Este faz-me lembrar um outro, que também gosta de partir a loiça: o Marinho.

Relaixo disse...

Os bois pelos nomes, e umas pegas de caras conseguidas à 1ª tentativa... Eh eh eh

O Pinoka disse...

Teté

Ele falou sempre em democracia e a solução do presidencialismo que apontou, não vejo porque razão não seria uma solução viável. Acho que é de reflectir.
Beijocas


Pitosga

O Marinho é alguém que eu também já tenho destacado aqui no blog. Gente como o Marinho faz falta.
Abraço


Relaixo

Pegas de levantar a praça.
Abraço

alfabeta disse...

Eu vi e fiquei perplexa com o pessimismo do homem, mas em parte tem razão, enquanto tivermos governantes assim, não vamos a lado nenhum.

O Mário Crespo em certas alturas ficou sem palavras.
:)

alfabeta disse...

Gosto de The Cult. :)

Luis disse...

parece o Alberto João jardim.
Ate admira não entrar por ali a dentro uns senhores com uma bata de apertar atrás

O Pinoka disse...

Alfabeta

Pelo menos as causas da crise ele revelou. Nada que o povo não soubesse, mas dito na TV por quem foi sempre tem outro impacto.

Tens bom gosto musical.
Beijocas


Luis

Quem precisava de batas dessas, eram aqueles que deram maioria ao Sócrates.
Abraço