terça-feira, 17 de novembro de 2009

Uma curiosidade para quem gosta especialmente de ser enganado.


Hoje (16.11.09) ao ver as manchetes do jornal Record, li na primeira página que a escolha de Carlos Carvalhal não foi muito bem aceite pela maioria dos adeptos do Sporting. Poderá ser até eventualmente verdade, mas eles baseiam-se para esta conclusão na blogosfera e num inquérito online do próprio jornal.
Ora tendo em conta que nos inquéritos online cada um vota as vezes que quer, e que pode ser qualquer adepto de qualquer clube a fazê-lo, admiro este profissionalismo com que se faz jornalismo.

Este assunto acabou por lembrar-me outro.

Não há muito tempo que tivemos uma grande polémica relativamente a empresas de sondagens e aos seus números relativamente á politica. A sua veracidade e fiabilidade foram postas em causa, a meu ver uma desconfiança perfeitamente aceitável, e passo a explicar porquê:

Á semelhança das sondagens para eleições legislativas, existem outras relativas a outros temas, mas nem para umas, nem para outras, fui alguma vez questionado pessoalmente ou por telefone. Mais, não conheço ninguém que tenha respondido a tais sondagens, excepto á boca das urnas nas autárquicas. Por tudo isto, não acredito em sondagens de opinião ou intenção.
È difícil que em tanta gente próxima de ti e em tantos anos de vida, com centenas de sondagens por ano, nenhuma te passe perto. No mínimo é estranho.

Relativamente á situação que referi no inicio do post, não é tão preocupante devido a tratar-se de futebol, inclusivamente parece-me que os próprios agentes que vão ludibriando a opinião publica com informações pouco fiáveis também sejam da mesma opinião que eu, afinal também não se preocupam muito com o facto dos elementos onde se baseiam para as noticias, serem colhidos e transmitidos ao publico de uma forma pouco profissional e grosseiramente falsificados á vista de todos. Paciência.
A quem agradar a mentira, que compre o jornal.

Já agora faço uma sondagem:
Algum de vocês respondeu ou conhece alguém que tenha sido inquirido numa sondagem para eleições?

Atenção, não vale dizer que sim se quem respondeu foi o amigo de um primo de um tipo que namora com a tua vizinha.

Mais um pormenor, acabei de ver o programa “Dia Seguinte” da SIC Noticias, e vocês acreditam que na sondagem que lá fizeram, que por acaso é paga por telefone, e que em princípio só os adeptos do clube em causa terão interesse em ligar, responderam assim?

Pergunta:
“Como avalia a contratação de Carlos Carvalhal pelo Sporting?”

Respostas:
Boa opção 60%
Má opção 40%

Vá meus amigos, amanhã corram outra vez a comprar a imprensa desportiva escrita.



7 Pinokadas:

Azul Diamante azul disse...

Não, não conheço ninguém.

Passa pelo meu e vê o que realmente é um absurdo Gay

Carlos II disse...

Sim mas...muitas vezes acertam. Oxalá que, os sportinguistas também tenham acertado nesta escolha, que é de facto um pouco a reboque dos ditames da moda. Treinador, jovem, português, formado em ciências do desporto e tal.

Um abraço

João António disse...

Já um dia aqui comentei que deixei de comprar esses jornais manipulados por interesses obscuros !
Abraço

O Pinoka disse...

Azul Diamante

Lá passarei.
Bjs


Carlos II

Não será tanto os ditames da moda, talvez seja mais a falta de dinheiro.
A ver vamos.
Abraço


João António

O mal é que há por aí muito inocente que os vai alimentando.
Abraço

Teté disse...

Bom, não conheço ninguém que tenha sido abordado para sondagens políticas (ou outras), mas conheço quem já tenha sido abordado para apanhados ou para dar opinião sobre um tema qualquer. Por isso se costuma dizer que consoante o quadrante político do "sondador" escolhe-se a rua onde esta deve ser feita (mas por sinal acho que dizem isso de brincadeira)...

Boa sorte para o Carvalhal! (pelo menos para reorganizar a equipa e subir uns quantos lugares...)

Beijocas!

ps - Julie Garwood, "Sem perdão" (por causa das prendas de natal... :))

O Pinoka disse...

Teté

Confessa, deu-te um certo gozo referires a necessidade do Sporting ter que subir “uns quantos lugares”.
Bjocas

unresigned disse...

Adoro futebol, e por isso mesmo, deixe de ler "jornalismo" desportivo.