quarta-feira, 11 de junho de 2008

O Utópico e o Hipócrita


Não consigo resistir.
Não gosto deles, fazer o quê?
Refiro-me aos hipócritas. E especialmente ao que tem estado mais em voga ultimamente. É um defeito, que visto o exemplo, com a idade tende a refinar.
A minha opinião acerca do famigerado comício/festa/circo, já foi dada aqui, mas não podia deixar de fazer uma nota aos últimos desenvolvimentos.

Manuel Alegre sai da assembleia da república para um comício onde trai o próprio partido e a seguir entra na a assembleia da república onde trai todos os participantes do comício. Melhor em tão pouco tempo, é impossível.
Performance invejável!!!
No comício diz mal do governo do seu partido, na Assembleia vota contra a moção de censura do CDS/PP que critica as politicas do governo tal como ele e esquerda da festança.
E como falamos de gente coerente e com princípios, não podemos esquecer Louçã, o grande promotor de tal evento, grande congregador de todas as esquerdas, excluindo o Partido Socialista e o Partido Comunista, por sinal os maiores representantes da esquerda, quer em militantes e simpatizantes quer em história.
Mas para Louçã pouco importa, havendo câmara de televisão, ele está lá. Se for preciso fazer coligações com o PS tal como na câmara de Lisboa, embora Sá Fernandes diga alhos e o Bloco de Esquerda bogalhos, seja. Se der para aparecer na televisão, a fazer reuniões onde se diga mal do PS com um deputado deste partido a aplaudir, melhor ainda. Não se esqueçam é da câmara de filmar.
Alegre escreve bem e tem uma voz bonita mas pensa mal. Utiliza chavões como “Quebrar tabus” e “Unir esquerdas”. Mas quais esquerdas? Endereçaram o convite para o chá a que partidos?

Louçã, educado como é, já arranjou maneira de agradecer ao Manel apoiando a sua candidatura ás próximas presidenciais. Segundo o líder do Bloco, é o candidato certo para unificar a esquerda.
Calculo que aqui se refira as esquerdas que convidou para o comício, certo?
Ou então do estará ele à espera?

Será que a palavra credibilidade lhes diz alguma coisa?

10 Pinokadas:

jasmimdomeuquintal disse...

isto é lá coisa de poeta...
O emlhor é beebr uma cervejinha e torcer pela selecção. Assim como assim não gasolina, não hã comida nas prateleiras dos super (exagero!!); par aquê discutir politica, de hipócritas e parvos todos temos um pouco...

alfabeta disse...

Credibilidade?
Isso está no dicionário? Deles , claro!

Rocket disse...

estás a ver? o senhor de barbas é dos tais em que tenho orgulho em esquecer-me como político...embora a obra a obra poética tenha a sua qualidade...

já o outro senhor...lembro-me dele porque é um romântico... e isso tem graça...

abraço

O Pinoka disse...

Jasmim

Mas há uns que teem mais que outros. Eu acho.
Vamos lá festejar na mesma.
Bjs


Alfabeta

Nem no deles nem no de muita gente que ainda os apoia.
Bjs

O Pinoka disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Pinoka disse...

rocket

Guarda então essa bonita imagem poética do senhor de barbas.
O outro será um romântico, mas sem “Frô”.
Abraço

AJB - martelo disse...

às vezes até os mais credíveis me desiludem...

O Pinoka disse...

martelo

É exactamente nessa altura que perdem a credibilidade.
Abraço

Belzebu disse...

Não deixa de ser curiosa esta colagem da esquerda caviar, com algumas figuras da fundação do PS. Aliás não há nada mais coerente do que uma salada de sociais democratas, marxistas demagógicos, trotskistas e maoistas, tudo em lume brando e com visibilidade QB.

ehehe!! Aquele abraço infernal!

O Pinoka disse...

belzebu

Ou é do meu paladar, ou temo que a iguaria não será nada de jeito.
Abraço