segunda-feira, 14 de julho de 2008

Bala p`ra cá, bala p`ra lá...


Mais um final de semana cheio de acção em Portugal.
Acontecimentos holiodescos ao vivo e a cores nos arredores de Lisboa que ameaçam o sucesso futuro da meca do cinema. Ah pois é!
Quais “Gangs de Nova Iorque”, quando se tem “in loco” os gangs da Quinta da Fonte?
Extraordinárias imagens reais onde se vê desde o carregamento das armas aos disparos em movimento.
O resultado é que foi fraquinho, dois feridos e dois detidos. Tendo em conta a queima de pólvora, o pessoal de certeza que tem faltado à carreira de tiro.
As munições estão caríssimas, eu se fosse o líder dos bandos daria com toda a certeza um valente puxão de orelhas aos meus subordinados por tão fraco saldo em vítimas.
Entretanto, como não podia deixar de ser, veio logo o ministro da Administração Interna, o desmancha-prazeres, dizer que “Em Portugal não se pode andar com armas na mão aos tiros nas ruas!” e que a justiça vai actuar e blá, blá, blá…
Está mal. Anda aquela gente com tanto sacrifício a formar filhos e sobrinhos na única actividade de futuro próspero em Portugal, o crime, e agora não os deixam dar uns tiros?
Eu não concordo.

A propósito da situação, aqui ficam alguns apontamentos que me saltaram à vista “desarmada”.

Dois indivíduos detidos no meio de alguns quinze com pistolas e caçadeiras a abrirem fogo. Como a nossa policia tem muito mais pontaria que os bandidos, apanhou logo dois que estavam só a ver e nem tinham armas, segundo a versão dos mesmos à saída do Tribunal. Sim, leram bem, à saída. Não ficaram presos.
Concluo portanto, que só se corre o risco de ir preso preventivamente, se exibirmos a caçadeira na televisão, tipo Mário Machado. De resto, não existe qualquer problema se a utilizarmos para o fim que foi concebida.
Ou seja, em caso de vontade, não mostres, atira.

Parece que há quem diga que as armas em causa até nem são ilegais, como são de caça... Acredito. As pistolas automáticas, são a ultima moda para ir aos pombos.

Eu pensava que quem vive em bairros sociais, geralmente fossem pessoas carenciadas e de poucos recursos…
Alguém me explica como se contrata um advogado como o Arrobas da Silva sem dinheiro?
Será caridade ou livre de impostos?


Alguém viu por aí um papagaio chamado Falcão?
Continuo à espera que a ave diga qualquer coisa.

7 Pinokadas:

Rocket disse...

há muito dinheiro em bairros sociais... mas é um dinheiro "diferente"... vê o parque automóvel de uma feira qualquer da província e percebes...

abraço

alfabeta disse...

No papagaio aparece logo o meu comentário, vai lá vai!
Eu não digo que eles não sabem viver em sociedade, eu digo , mas depois chamam-me racista, não é que me importe, porque o que interessa é aquilo que sinto e não aquilo que os outros me chamam, mas pronto, as evidências estão à vista, este tipo de pessoas vivem do crime, senão não estavam artilhados de armas de guerra como disseram agora na tv, lá está, não são todos, mas os que não são, são uma minoria, tudo para a terra deles, a mim ninguém me dá nada e tive que comprar a minha casa.
Quanto aos ciganos é a mesma coisa, toda a gente sabe que ciganos e pretos nunca se poderam ver à frente, mas foram po-los a viver no mesmo bairro, onde é que esta gente anda com a cabeça?!!!!!!!

Vou-me embora já daqui que o sangue já me está a subir à cabeça!

blueminerva disse...

Não sou preconceituosa, nem tenho qualquer problema com qualquer tipo de etnias ou raças, mas a ciganada que anda por aí a disparar balázios e a exigir casas, é o que há de mais lamentável na nossa sociedade. Muitos deles não pagam impostos e recebem o rendimento social de inserção, que gastam, suponho eu, em armas e munições, telemóveis topo de gama e automóveis de luxo.
Enfim...
Um abraço

O Pinoka disse...

rocket

Há muito e é sem espinhas.
Abraço


Alfabeta

Começo a ficar preocupado.
Cada vez que me visitas, vais desorientada.
Beijinhos


Blueminerva

Não é só a ciganada, são todos os que vivem à nossa "pala".
Não fazem nenhum e ainda exigem mundos e fundos, e como nós somos governados por um bando de complexados, dá nisto. Cada vez hão-de exigir mais.
Beijinhos

jasmimdomeuquintal disse...

Mistérios ao estilo do tio Alfred, o tal...
Bjs

cexy disse...

Já precisas de actualizar o blogue pah- vamos no 2º round do "farueste louriense"
Só a mim é que não me calham subsidios daqueles..prometo que até compro uma pistola se for preciso..
bj*ss

O Pinoka disse...

jasmim

Estes acho que nem o tio Alfred lá chegava.
Beijinhos


cexy

2º round?!
Eh pá, escapou-me!
E quantos caíram desta vez?
Beijinhos